Logo Dr Caio Focassio-01

"Derrame" (AVC) x Estenose de Carótida

Doenças Arteriais

Doenças Venosas

As carótidas são artérias que levam o sangue para toda a cabeça inclusive e principalmente o cérebro. Pode haver estreitamento ou obstrução destes vasos por deposição de placas de ateroma (placas de gordura), podendo resultar no acidente vascular cerebral (AVC), mais conhecido por “derrame”.

Os principais fatores de risco são: tabagismo (hábito de fumar), hipertensão arterial, histórico de AVC na família ou presença de doença coronariana (artérias do coração).

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, aproximadamente 15 milhões de pessoas são vitimadas pelo Acidente Vascular Cerebral (AVC) por ano no mundo, com mortalidade de 5,5 milhões.

Trata-se de uma doença silenciosa, cujo primeira manifestação pode ser o próprio AVC. Alguns sintomas que podem ocorrer são a fraqueza ou paralisia dos membros, dificuldade para falar, cegueira momentânea em um dos olhos e perda de consciência.

Estima-se que a prevalência (frequência) de estenose (estreitamento) de carótida maior ou igual a 50% varie de 2 a 8% e de 1 a 2% para estenose maior ou igual a 80% na população geral.

Em 2004, fizemos um estudo em São Paulo com 500 voluntários da comunidade local que mostrou que a prevalência de estenose de carótida >50% foi de 7,4% (este estudo resultou na tese de Mestrado do Dr. Jong).

O tratamento pode ser clínico, cirúrgico (através da remoção da placa de gordura) ou endovascular. A abordagem clínica baseia-se no controle dos fatores de risco e uso de medicações que ajudam a estabilizar a placa de ateroma e diminuem a chance de trombose do vaso.

A cirurgia aberta é realizada através de incisão no pescoço para exposição da carótida. Após a abertura do vaso, procede-se a remoção da placa e depois a sutura do vaso.

O tratamento endovascular consiste na dilatação do vaso estreitado através da inserção de um tubo metálico expansível (stents) que, além de dilatar o vaso, proporciona uma cobertura da placa de gordura, evitando-se, desta forma, o desprendimento de algum fragmento que poderia obstruir vasos cerebrais mais distalmente.

Tipos de stents utilizados na carótida

O procedimento pode ser realizado através de punção e inserção de um cateter na artéria femoral (artéria situada na virilha) utilizando-se anestesia local e o tempo de internação é de 1 a 2 dias.

Entre em Contato!

Mensagem enviada com sucesso!

vascular@drcaio.com.br

Rua Conselheiro Brotero, 1539 - 10º andar - Cj. 101
Santa Cecília - São Paulo/SP - CEP 01232-011

(11) 3667-2627 / 3505-6555
Hospitais em que o Dr. Caio compõe o corpo clínico:
hospitais-dr-caio
Dr. Caio Focassio - Cirurgião Vascular CRM 95005.
© 2017. Todos os direitos reservados.
Top